Linha TGV

LinhaTGV

THEATRO GIL VICENTE & CENTRO COMERCIAL BARLOS

24 - 25 - 26 DE NOVEMBRO DE 2022 EM BARCELOS

Programação

Inês Tartaruga Água
Artista multidisciplinar centrada nas questões da ecologia profunda e da biopolítica, exploradora sonora e adepta da filosofia DIY bem como de práticas colaborativas e participativas em espaço público. Participa em exposições colectivas desde 2013, com destaque para a “XIII Bienal Internacional de Cerâmica Artística” (Aveiro, 2017), “Убежище/Suoja/Shelter Festival - Laboratory” (Helsínquia, 2019), «48 часов Новосибирск» (Sibéria, 2019), ou “Soundscapes” (Bahrain, 2019) com o coletivo artístico internacional “Mycelium” (RU, DEN, IT, EUA e PT). Funda com Xavier Paes a galeria OV/ (2021), o coletivo ecologista REFLUXO (2017) e DIES LEXIC (2015), duo de exploração musical. Integra a pseudo banda-falsa “MOSCXS” com sede no Porto.

Xavier Paes
Artista transdisciplinar radicado no Porto, parte do colectivo da Favela Discos, Dies Lexic, Refluxo Colectivo, MOSCXS, co-dirige a orquestra experimental Em Chame e funda em 2021 o espaço OV/Art Gallery. Divide a sua prática entre os campos indefinidos das artes plásticas, com foque no som, performance, improvisação, respigadorismo e multi-instrumentalismo. Praticante devoto da filosofia zenoise, estuda as artes exploratórias e divinatórias de realidades paralelas através de ideias como fenómenos acústicos, repetição, corpos ressonantes e simpatéticos, semiótica, eco e ecologia.
Em Portugal a sua estreia a solo acontece em 2017, sendo dois anos depois convidado a integrar primeira edição da exposição “Anuário – Uma visão retrospectiva da arte no Porto”, comissariado por João Ribas e Guilherme Blanc.
Tendo passado por instituições, galerias, festivais, quiosques, raves e after-parties, salientam-se em Portugal espaços como Fundação de Serralves, Estrela Decadente, Centro de Arte Oliva, Maus Hábitos, Cave do Gon, SMUP Parede, MIEC – Santo Tirso, Zaratan, Galeria Abysmo, PENHA SCO, e lá fora, Bétun (Tuy), Stichting Centrum (Haia), OCCII e Vondelbunker (Amesterdão), La Pointe Lafayette e L’international (Paris), STUK (Lovaina) e Overtoon (Bruxelas).

A abertura da exposição “Carimbo no Ovo”, que poderá ser visitada no Centro Comercial Barlos e que permanecerá aberta durante os três dias do evento, será no dia 24 de Novembro.

O Ócio nasceu na Maia em 2012, fruto do encontro entre amigos que tinham interesse e vontade de fazer a partir de uma noção de prazer e amizade. Esta partilha que se manifestou inicialmente através do desenvolvimento de zines e prints, rapidamente cresceu para englobar outras plataformas tais como feiras artísticas e festas. Desde o início que o Ócio não se identifica apenas como colectivo mas como rizoma, isto é, como centro de uma rede de ligações entre pessoas - amigos - e é nesse sentido que continua ainda hoje a funcionar.

Além da exposição, patente durante os 3 dias do evento, no Centro Comercial Barlos, o Ócio apresenta uma instalação performática, no dia 26 de Novembro, na Blackbox do Theatro Gil Vicente.

Créditos Fotográficos Noemi Silva

Dies Lexic [‘dieːs lě’ksǐk] é um duo de música exploratória criado por Inês Tartaruga Água e Xavier Paes em 2015. Inventam os seus próprios instrumentos, desconstroem e reconfiguram circuitos electrónicos amplificados, e atiram-se ao arquivo do inconsciente para compor experiências sonoras imersivas e meditativas. Desenvolvem a sua exploração artística através de uma prática multidisciplinar de ficção científica ambiental, marcada pelos contrastes entre as paisagens sonoras que criam e a electrónica corrosiva da “máquina”.

Dies Lexic, que atuam dias antes no reputado Café Oto, em Londres, apresentam o seu mais recente álbum Lexicon Hall, no dia 24 Novembro, no Centro Comercial Barlos.

ver vídeo

Créditos Fotográficos Miguel Vieira Pinto

Inês Malheiro cria narrativas sonoras usando a voz como matéria prima, sejam elas improvisadas ou premeditadas - reciclagem, vozes quebradas e canções desmembradas.
The endless chaos has an end é a série de músicas que começou a criar em 2018.
Em paralelo ao seu trabalho a solo, lançou liquify, spread and float (2022), um álbum-performance improvisado ao vivo, criou a sonoplastia de Práticas Laboriosas do Enxofre (2022), projeto expositivo criado pelo Coletivo Corisca, lançou Canal-Conduto (2020) com Gonçalo Penas e apresentou Organismus Kathársis, co-criação com Francisca Marques, no Lisboa Soa.

Inês Malheiro apresenta-se em Barcelos, no Centro Comercial Barlos, no dia 25 de Novembro.

ver vídeo

Os Gala Drop tiveram origem há cerca de uma década em Lisboa, pelos membros fundadores Nelson Gomes e Tiago Miranda. Entretanto, a banda sofreu várias alterações na sua formação, com entradas de músicos como Afonso Simões, Guilherme Canhão, Rui Dâmaso, Jerry the Cat (Funkadelic), Ben Chasny (Six Organs of Admittance). Durante este período fez inúmeros concertos pelo mundo, tendo sido convidada para fazer primeiras partes de bandas como Six Organs of Admittance, Sonic Youth, Panda Bear, Animal Collective e Gang Gang Dance. Atualmente a formação é composta pelo fundador Nelson Gomes, por Afonso Simões e Rui Dâmaso e acaba de lançar o seu novo longa duração “Amizade”, com data de lançamento em outubro deste ano. “Amizade” é um disco onde a hipnose e expansividade do krautrock, o espaço transviado do dub, a pulsação da house, os sonhos das baleares e as polirritmias de várias latitudes, se encontrem e fundem com a vivência urbana.

Os Gala Drop tocam no dia 25 de Novembro, às 22:00, na blackbox do Theatro Gil Vicente, concerto que faz parte da tour de apresentação do seu novo disco, “Amizade”.

ver vídeo

STASERA é Afonso Simões em modo solitário. Com um currículo ligado a entidades colectivas e colaborativas como é o caso de Rajada, Fish & Sheep (duo com Jorge Martins que assinou uma das entradas no catálogo da Ruby Red) ou Gala Drop, STASERA é sinónimo de busca do êxtase festivo.

STASERA encerra a noite de 25 de Novembro, com um Dj Set no Centro Comercial Barlos.

Maripool é alter-ego de Natasha Simões, songwriter nascida em Lisboa e residente em Londres. Natasha compõe e toca todos os instrumentos, transmitindo as canções diretamente do seu quarto para o mundo. Ao vivo conta com banda e assume um ethos DIY fazendo ela própria os vídeos, posters e capas para a sua música.

Anteriormente Maripool lançou "Blindness" (2021) - single que criou um "buzz" à volta da artista e que a levou a tocar festivais em Londres, Roterdão e a abrir concertos para bandas como Porridge Radio, bem como a ser aclamado pela crítica, em meios como a DIY, So Young, ou aPitchfork.

Em 2022 Maripool juntou-se a Practise Music (editora que previamente lançou a banda Squid) e com esta lançou dois singles - “Softly” e “This Time Again”.

Maripool apresenta, agora, em Portugal com data em Lisboa, na ZdB e em Barcelos na Linha TGV, no dia 26 de Novembro, o seu último EP “It All Comes at Once”, lançado no último dia 14 de Outubro.

ver vídeo

O Ócio nasceu na Maia em 2012, fruto do encontro entre amigos que tinham interesse e vontade de fazer a partir de uma noção de prazer e amizade. Esta partilha que se manifestou inicialmente através do desenvolvimento de zines e prints, rapidamente cresceu para englobar outras plataformas tais como feiras artísticas e festas. Desde o início que o Ócio não se identifica apenas como colectivo mas como rizoma, isto é, como centro de uma rede de ligações entre pessoas - amigos - e é nesse sentido que continua ainda hoje a funcionar.

Além da exposição, patente durante os 3 dias do evento, no Centro Comercial Barlos, o Ócio apresenta uma instalação performática, no dia 26 de Novembro, na Blackbox do Theatro Gil Vicente.

Créditos Fotográficos Noemi Silva

Piglet é o projeto a solo de Charlie Loane, compositor e produtor Irlandês, radicado em Londres. Com uma escrita centrada no tema da experiência queer/trans, Piglet lançou em 2020 o primeiro EP “alex’s birthday”, um trabalho pessoal que refletia a intenção de uma expressão a solo, fora do contexto dos Great Dad, banda de que faz parte. Em 2021, na sequência de duas músicas editadas com os Porridge Radio, pela canadiana Scretely Canadian, Piglet começa a abrir os seus concertos, ganhando assim uma maior projeção internacional.
O primeiro single de 2022, “oan”, foi lançado na sequência das produções com a NTS Radio WIP.

Os Piglet tocam no dia 26 de Novembro, às 22:00, na blackbox do Theatro Gil Vicente, apresentando-se em formato de banda de seis elementos, num concerto incluído na sua primeira passagem por Portugal, onde tocam igualmente na Galeria Zé dos Bois, em Lisboa.

ver vídeo

Tiago tem o dom da multiplicidade, e a capacidade de surpreender. Músico, produtor e DJ residente do Lux Frágil desde 1998, move-se em áreas musicais tão diferentes como o punk, o jazz ou a música electrónica e tem sido, ao longo do seu percurso, responsável pela melhor música que se produz e se ouve em Portugal. Tocou com Pop Dell Arte e foi fundador dos Loosers e Gala Drop, entre outros.

Tiago encerra a Linha TGV, com um dj set no Centro Comercial Barlos, no dia 26 de Novembro.

ver vídeo

Info

Localização

Theatro Gil Vicente
Centro Comercial Barlos

ver mapa

Bilheteira

bilhete geral 12€
dia 24 de novembro entrada livre
dia 25 de novembro 7€
dia 26 de novembro 7€

comprar bihetes

A Linha TGV está de volta ao Theatro Gil Vicente com concertos de Gala Drop, Piglet e Inês Malheiro, Maripool, entre outros.

Na sua terceira edição, a Linha TGV torna-se um festival transdisciplinar, com eventos a decorrer entre a Blackbox do Theatro Gil Vicente e o Centro Comercial Barlos. Para além da música, que continua a ser o foco do festival, esta edição aposta numa programação pontuada por outras expressões artísticas: uma exposição de Inês Tartaruga Água e Xavier Paes - a dupla Dies Lexic, que apresentará também um concerto -; exposição do colectivo de artistas sediado no Porto, Ócio, ambas patentes durante os três dias do evento; no dia 26 os Ócio apresentam uma instalação performática na blackbox do Theatro Gil Vicente. As noites do fim-de-semana terminarão com Dj sets de Stasera e Tiago.

A Linha TGV é uma iniciativa realizada em parceria com o Município de Barcelos.

Linha TGV
Theatro Gil Vicente
a macho alfa
Câmara Municipal de Barcelos
RTCP - Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses
ZOOM - Associação Cultural
couto mixto
Top'Otel
Quadrilátero
RUM - Rádio Universitária do Minho
Mapa Linha TGV